Política
Publicada em 22/05/15 às 08:42h - 262 visualizações
Oposição move ação por crime comum contra Dilma na PGR

Bocão News


 (Foto: Divulgação)

PSDB, DEM, PPS e SD se uniram e decidiram ingressar na Procuradoria-Geral da República (PGR) com duas representações contra a presidente Dilma Rousseff por crime comum. De acordo com o Diário do Poder, as denúncias são em razão das pedaladas fiscais de 2013 a 2015, já que a lei veda que bancos públicos como Caixa, Banco do Brasil e BNDES financiem seu controlador, no caso a União.


As alegações são de crime contra o sistema financeiro e o objetivo dos parlamentares é conseguir o mesmo efeito do impeachment da presidente, porém de uma maneira diferente desta vez, visto que a oposição não conseguiu pareceres jurídicos que sustentem um pedido de impedimento por crime de responsabilidade.


A ação foi redigida pelo ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e da Justiça, Miguel Reale Júnior - o mesmo que, recentemente, deu parecer contrário ao pedido de impeachment por crime de responsabilidade. Caso a PGR e o STF acatem a representação, a Câmara dos Deputados não terá alternativa, a não ser votar a abertura de inquérito, o que obrigaria o afastamento imediato de Dilma da Presidência por seis meses. Ainda assim, a oposição tenta aproveitar o momento de racha na base do governo na Câmara para facilitar a obtenção dos 342 votos necessários para aprovar o inquérito.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:





No Ar
Tarde 87 com Leandro Bruno - RMT 18169/DF
Peça sua Música


Nenhuma pedido cadastrado


Top Música


Nenhuma Música cadastrada



Curta nossa página no Facebook!

Copyright (c) 2019 - Rádio Inajá FM - Todos os direitos reservados