Seja bem vindo ao nosso site Rádio Inajá FM!

Alagoas

MP ajuíza ação por improbidade administrativa e pede exclusão de PMs envolvidos em tortura e morte de João Vitor

PMs teriam abordado o jovem no dia 19 de abril 2019, no bairro do Prado. Depois de ser abordado e levado para a Central de Flagrantes, o corpo de João Vitor foi encontrado em um terreno próximo ao Pontal.

Publicada em 29/03/21 às 11:59h - 117 visualizações Rádio Inajá FM

Link da Notícia:
Compartilhe
   

O Ministério Público de Alagoas (MPAL), por meio da Promotoria de Justiça do Controle Externo da Atividade Policial e Tutela da Segurança Pública, ajuizou uma ação de improbidade administrativa para a condenação de três policiais militares do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), acusados de torturarem e matarem o jovem João Vitor da Silva.

A reportagem do G1 tentou contato com o BPTran, às 10h49, para saber o posicionamento da corporação e como está o processo administrativo que investiga a conduta dos policiais, mas não obteve retorno.

Os PMs teriam abordado o jovem no dia 19 de abril 2019, no bairro do Prado. Não há informações sobre o que motivou a abordagem. A guarnição do BPTran informou aos familiares que levou a vítima até a Central de Flagrantes I e, logo em seguida, se deparou com o corpo do jovem em um terreno próximo à Braskem.

Segundo a promotora Karla Padilha, o que os policiais relataram foi configurado como uma nítida conduta de ocultação de cadáver.

“Percebe-se que os lugares percorridos pela viatura culminam no local onde o cadáver foi localizado, tornando contraditórios os depoimentos dos corréus. Como se não bastasse, ainda praticaram fraude processual, inovando artificiosamente o estado extrínseco da viatura utilizada por meio da lavagem e da devolução desta à locadora”, disse a promotora Karla Padilha.

A promotora pede a perda das funções públicas e suspensão dos direitos políticos, além do pagamento de multa civil e de danos morais coletivos. Aos delegados de polícia, ela requisitou que casos similares e quaisquer outros tipos de delitos considerados graves, praticados por agentes da Segurança Pública, sejam encaminhados à 62ª Promotoria de Justiça da Capital.

G1 AL. 



ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








No Ar
Peça sua Música

Pedir
Nenhuma registro encontrado
Recados

Enviar mensagem

Sergio Reis

toca Aí Ponto fraco de joão Bosco e vinicius...

cícera de Expedito

Mando um belo abraço para vocês, eu amo vocês e estou co...

Jean Rodrigues

Manda um alô para Gilberto Inajá em 2020...

Lucas

Oiiii já tocaram MC BB da sul, só consegui ligar a r&aacut...

jose paulo oliveira da silva

sou maribondo alagoas preciso encontra minha familia que moravam ai em inja...

Anna Carla Menezes

mande um alo pra galera de Recife. WADSON MENEZES, ZELIA. ESTAMOS SEMPRE CO...

celia soares

boa tarde querida!tudo na santa paz?bom trabalho e um fim de semana aben&cc...

Edson Ferreira de Araujo

mande um alô para minha mão severina e familiar na lagoa do ar...

Top Música
Nenhuma registro encontrado

Copyright (c) 2022 - Rádio Inajá FM - Todos os direitos reservados
site, tv, videos, video, radio online, radio, radio ao vivo, internet radio, webradio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, music, entretenimento, lazer, áudio, rádio, música, promocoes, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias,mp3,Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, Últimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Webradio, CD