Seja bem vindo ao nosso site Rádio Inajá FM!

Alagoas

Acusado de estuprar e torturar esposa e enteada em Arapiraca, AL, é condenado a 49 anos de prisão

Réu é o mesmo homem que foi acusado de estuprar e matar o menino Danilo Almeida, no Clima Bom, em Maceió. Sobre esse caso, ainda não há previsão de julgamento.

Publicada em 04/02/21 às 11:28h - 68 visualizações Rádio Inajá FM

Link da Notícia:
Compartilhe
   

A Justiça de Alagoas condenou, nesta quarta-feira (3), José Roberto de Morais a 49 anos de prisão por estuprar, torturar e manter em cárcere privado a esposa e a enteada em Arapiraca, no Agreste de Alagoas. O homem é o mesmo acusado de ter estuprado e matado o menino Danilo Almeida, em outubro de 2019, no bairro do Clima Bom, em Maceió. José Roberto foi preso em novembro do mesmo ano durante as investigações dos crimes cometidos.

A decisão foi tomada pelo juiz Alexandre Machado, do juizado especial Cível e Criminal e da Violência Doméstica e Familiar contra a mulher de Arapiraca, e publicada no Diário da Justiça Eletrônico.

Sobre a morte do menino Danilo, não há informações de quando será o julgamento do réu e quantos anos ele pode pegar de prisão por esse caso.

De acordo com a Justiça, os crimes contra a ex-esposa e a enteada, que tinha nove anos na época, ocorreram entre os anos 2002 e 2010. O acusado vivia uma união estável com a mulher nesse período.

A mulher era também espancada para obedecê-lo. Durante as investigações ela relatou que o réu a teria levado para o banheiro onde a agrediu e tentou afogá-la enfiando sua cabeça no vaso sanitário. Abusos sexuais também eram frequentes.

O réu tinha uma oficina que consertava bicicletas e deixava as vítimas sob permanente vigilância. Elas não podiam sair de casa nem conversar com outras pessoas sem que ele se aproximasse. As vítimas não podiam também sair sem permissão, chegando a proibir a enteada de estudar.

Os vizinhos só viam as vítimas quando ajudavam o réu no trabalho da oficina. Segundo relatos, o acusado era temido por todos, se embriagava e falava diversos palavrões.

As vítimas conseguiram escapar do homem depois que ele mandou que elas fossem até uma funerária para escolher a urna que seria usada no enterro delas. No caminho, mãe e filha conseguiram fugir com a ajuda dos vizinhos.

Quando a morte do menino Danilo foi noticiada pela imprensa, elas reconheceram José Roberto e o denunciaram à polícia.

"No caso, a reprovabilidade é extremamente acentuada porque a vítima era submetida a intenso terror, acima do que se vê em casos análogos. Em especial, a tortura ocorria na presença de sua genitora, a outra vítima, a ponto dessa última cogitar com sua filha de se matarem, tomando "chumbinho" ou "se jogando embaixo do carro", porque não tinham como escapar do tamanho sofrimento impingido pelo réu. Tal situação submeteu a menor de idade a uma situação de extrema violência psicológica, que atenta de forma intensa contra os direitos humanos, em especial à Convenção de Belém do Pará (Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher)", disse o juiz Alexandre Machado.

Caso menino Danilo


Danilo Almeida Campos tinha sete anos e foi encontrado morto na madrugada do dia 12 de outubro de 2019. Na época do crime, o padrasto e a mãe Danilo contaram que a criança desapareceu depois de ser levada por uma mulher, que também teria tentado levar o irmão gêmeo da vítima.

Logo depois do crime, a mãe e o padrasto de Danilo acusaram a polícia de ter praticado tortura psicológica e agressões. Logo em seguida, a Polícia Civil criou um grupo de trabalho para investigar a morte da criança.

G1 AL.



ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








No Ar
Peça sua Música

Pedir
Nenhuma registro encontrado
Recados

Enviar mensagem

Sergio Reis

toca Aí Ponto fraco de joão Bosco e vinicius...

cícera de Expedito

Mando um belo abraço para vocês, eu amo vocês e estou co...

Jean Rodrigues

Manda um alô para Gilberto Inajá em 2020...

Lucas

Oiiii já tocaram MC BB da sul, só consegui ligar a r&aacut...

jose paulo oliveira da silva

sou maribondo alagoas preciso encontra minha familia que moravam ai em inja...

Anna Carla Menezes

mande um alo pra galera de Recife. WADSON MENEZES, ZELIA. ESTAMOS SEMPRE CO...

celia soares

boa tarde querida!tudo na santa paz?bom trabalho e um fim de semana aben&cc...

Edson Ferreira de Araujo

mande um alô para minha mão severina e familiar na lagoa do ar...

Top Música
Nenhuma registro encontrado

Copyright (c) 2022 - Rádio Inajá FM - Todos os direitos reservados
site, tv, videos, video, radio online, radio, radio ao vivo, internet radio, webradio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, music, entretenimento, lazer, áudio, rádio, música, promocoes, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias,mp3,Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, Últimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Webradio, CD