Pernambuco
Publicada em 10/01/19 às 09:22h - 24 visualizações
Polícia investiga série de golpes na venda de carros por sites e aplicativos em PE
Desde novembro, 25 pessoas já registraram boletim de ocorrência, segundo delegado. Vítimas perderam de R$ 40 mil a R$ 100 mil.

Rádio Inajá FM


A Polícia Civil investiga uma série de golpes na vendas de veículos praticados através de sites e aplicativos de compra e venda. Segundo o delegado Fauzer Palitot, titular da Delegacia de Estelionato, desde novembro, 25 pessoas já caíram no golpe. As vítimas perderam de R$ 40 mil a R$ 100 mil. Investigações apontam para uma quadrilha com atuação interestadual. (Veja vídeo acima)
O delegado explica que o golpe tem início quando o criminoso vê um anúncio de venda de um carro. Ele, então, conversa com o anunciante e diz que vai querer comprar o veículo. Por isso, pede que o vendedor retire imediatamente o anúncio do ar e envie as fotos do carro para ele via mensagem.
Em seguida, através de uma conta falsa nos aplicativos de compra e venda, o estelionatário faz um anúncio com as fotos do carro dessa pessoa, fingindo ser o dono do veículo, inclusive com mesmo nome. A oferta de venda é feita com um valor bem abaixo do mercado e do que foi pedido anteriormente pelo real dono.
“Ele não pechincha. E essa é mais uma dica para o consumidor ficar um pouco mais atento. Não há pechincha. Ele dá a palavra de que vai ficar com o carro naquele valor e, para uma terceira pessoa, um pretenso comprador, ele diminui o valor do bem para que isso ocorra de uma forma mais rápida”, explica o delegado.
Durante a negociação, o estelionatário passa uma conta bancária em nome de uma terceira pessoa para o comprador, alerta Palitot. Em cada caso, ele conta uma história diferente do motivo de a conta não ser no mesmo nome do dono do veículo. Muitas vezes, o cliente não vê o veículo antes do depósito.
“Esse pretenso comprador realiza o depósito nessa terceira conta e aí acontece o estelionato. Quando vai haver a entrega do bem, eles [o primeiro anunciante e a vítima] descobrem que, na verdade, foi uma terceira pessoa que ficou com o dinheiro do comprador”, explica Palitot.
Segundo o delegado, essas contas são abertas com documentos falsos extraviados em diversos estados do país, como Maranhão, Rio de Janeiro e Paraíba, além de Pernambuco. "As investigações apontam que existe uma quadrilha, por conta dessa grama de contas bancárias que estão espalhadas por todo o país", diz.
O delegado explica que, em muitos casos, o vendedor do carro chega a receber por WhatsApp um falso comprovante de pagamento. Assim, o anunciante acredita que vendeu o veículo por um valor, o verdadeiro comprador pagou um valor bem abaixo, mas quem recebeu o dinheiro foi o estelionatário.
Na maioria dos casos registrados pela polícia, o golpe tem valores que variam de R$ 40 mil a R$ 60 mil, "por serem mais acessíveis", segundo o delegado Palitot. No entanto, há registros de vítimas que perderam até R$ 100 mil.
F: G1 Pe.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário



No Ar
Noite Inajá Fm
Peça sua Música

  • Gilberto inajá
    Cidade: Inajá
    Música: Caso por acaso César menote e fabiano
  • Gilberto inajá
    Cidade: Inajá ofereço a todos amigos de inajá e sítios e todos da rádio inaja fm e você Marcelo moreno
    Música: Caso por acaso César menote e fabiano
  • Gilberto inaja
    Cidade: Inaja
    Música: Caso por acaso Césa menote e fabiano
  • Cleone
    Cidade: São Paulo
    Música: Ñ fija q estou falando com vc
  • Cleone
    Cidade: São Paulo
    Música: Ñ fija q estou falando com vc
  • daniel
    Cidade: sao paulo - diadema
    Música: abalando tudo - mc bb da sul
Top Música


Nenhuma Música cadastrada



Curta nossa página no Facebook!

Copyright (c) 2019 - Rádio Inajá FM - Todos os direitos reservados